Anabolizantes e suplementos: diferenças, riscos e benefícios

Anabolizantes e suplementos são muitas vezes tratados como um mesmo produto. É essa confusão que acaba levando um número considerável de pessoas inexperientes a consumir substâncias sem saber o que elas podem causar à saúde.

Esse artigo foi preparado para que você compreenda as diferenças e riscos do consumo de anabolizantes e suplementos antes de utilizar qualquer um desses produtos e correr riscos desnecessários, que muitas vezes não trarão nenhum benefício.

Qual é a diferença entre anabolizantes e suplementos?

Apesar de existir muita confusão e desinformação sobre esse tema, é preciso entender as diferenças entre ambos para não cometer erros na hora de escolher entre um desses produtos.

Os anabolizantes são fabricados pela indústria farmacêutica e normalmente são verdadeiras bombas de hormônios, como a testosterona, utilizados unicamente como forma de acelerar os resultados de treinamentos.

No caso dos suplementos alimentares ou nutricionais, como são conhecidos, trata-se de um produto muito menos agressivo quando comparado aos anabolizantes.

Fabricados pelas indústrias de alimentos, os suplementos são feitos com base em alimentos naturais e ricos em substâncias, como vitaminas e minerais, que são essenciais para que o corpo humano funcione bem e se mantenha saudável.

O consumo desse tipo de suplemento é totalmente legalizado e é frequentemente indicado por médicos e nutricionistas sempre que seus pacientes apresentam qualquer tipo de deficiência de nutrientes, isto é, quando apenas a alimentação não esteja atingindo os resultados esperados.

Consumir suplementos traz riscos à saúde?

Normalmente o consumo de suplementos não oferece riscos para quem os consome.

Os suplementos têm sua origem em alimentos naturais, que formam compostos com substâncias como proteínas, aminoácidos, ácidos graxos, vitaminas e minerais que tem como objetivo complementar a alimentação.

O consumo de suplementos alimentares já se mostrou eficaz tanto na melhoria dos resultados de dietas quanto no combate e prevenção de doenças e seus componentes naturais fazem com que os riscos à saúde sejam mínimos.

Para que possam ser comercializados de maneira legal, os suplementos alimentares encontrados no mercado passam por uma rígida fiscalização do Ministério da Saúde.

Quando os suplementos são recomendados?

É possível que o seu corpo demonstre alguns sinais de que exista alguma deficiência nas quantidades mínimas necessárias de algumas substâncias, como vitaminas e minerais.

Essa deficiência pode apresentar alguns sintomas: sono excessivo, surgimento de manchas pelo corpo, unhas quebradiças, alterações no ciclo menstrual e queda na produtividade.

Quando esses sinais se manifestam é hora de procurar o seu médico para que ele possa diagnosticar com precisão qual é a causa desses sintomas e indicar o tratamento mais adequado para o seu perfil.

Vale ressaltar que mesmo não apresentando riscos eminentes à sua saúde, os suplementos não devem ser consumidos como substitutos dos alimentos naturais, mas apenas como um complemento para suprir possível déficit de vitaminas.

Quando o uso de anabolizantes é indicado?

Por outro lado, os anabolizantes são compostos por hormônios, principalmente a testosterona, que proporciona um ganho mais rápido de força e músculos.

O uso de anabolizantes deve ser indicado por médicos, normalmente em casos de pacientes com problemas hormonais genéticos ou perda considerável de massa magra em decorrência de alguma doença ou cirurgia.

Nas academias, no entanto, o uso de anabolizantes tem finalidades puramente estéticas e pode acabar trazendo problemas à saúde como problemas de fígado, infertilidade, diminuição da libido e problemas na tireoide.

Quais os riscos dos anabolizantes?

O consumo de anabolizantes sem orientação também pode fazer com que as mulheres tenham mais acne, aumento de pelos pelo corpo e queda de cabelo. Já os homens podem apresentar um crescimento incomum das mamas, além de outros efeitos, como pode ser visto abaixo:

anabolizantes e suplementos, homens, mulheres, riscos

É muito comum vermos os anabolizantes sendo utilizados de maneira ilegal, muitas vezes até sendo contrabandeados, principalmente de países como Paraguai e Estados Unidos, o que torna tanto a posse quanto o consumo desse tipo de produto um crime.

Anabolizantes e suplementos: vale a pena consumir?

Se o objetivo do consumo de algum suplemento nutricional é apenas melhorar os níveis de vitaminas ou minerais presentes no seu organismo, o consumo desse produto pode ser uma boa alternativa.

Para quem quer melhorar o desempenho dos treinos e dietas, como o aumento de massa magra por exemplo, suplementos ricos em proteínas podem ajudar, mas os resultados não serão imediatos.

O uso de anabolizantes, independente do seu objetivo, deve ser evitado de todas as formas, mesmo que os resultados vistos em diversos casos pareçam extremamente tentadores para quem está sempre em busca do corpo perfeito.

Os anabolizantes e suplementos só devem ser utilizados após diagnóstico e indicação médica, considerando os motivos reais para o uso dessas substâncias.

Anabolizantes e suplementos fazem parte da rotina de quem frequenta as academias de todo o Brasil e a falta de informação acaba levando muitas pessoas, seja homem ou mulher, a fazer uso de substâncias que produzem resultados incríveis de imediato, mas que a longo prazo podem trazer problemas sérios à saúde.

Por isso é preciso que você entenda que não existe nenhuma mágica que substitua os treinos, sempre com foco e dedicação, para que os seus objetivos sejam alcançados.

Você conhece algum caso de pessoas ingerindo anabolizantes ou suplementos sem orientação médica? Deixe o seu comentário aqui embaixo.

Related Post

Pin It on Pinterest

Share This